quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

De perfil

Se deixar, a gente conversa uma noite inteira. E nem falta assunto

O meu 2010


Esse foi um ano pra ficar na história. Sim, na minha história pessoal, ele vai ocupar lugar de destaque.

Contribuí para escrever uma nova história para a minha querida Paraíba, terra que me adotou há quase 13 anos. Não faltou trabalho. Consegui superar barreiras, tomar decisões mais firmes e, principalmente, fiz boas parcerias de trabalho. Estou mais segura de mim e do que eu posso fazer como profissional.

Os melhores amigos do mundo ficaram mais amigos, apesar de os encontros serem em menor número. Fiz novos e grandes amigos, que me ensinaram a quebrar barreiras e com eles tive grandes momentos de trabalho e de diversão.

De quebra, ainda ganhei um amor novo: um baiano fake (que nem gosta de carnaval e nem de axé), mas que veio para ampliar a minha felicidade e, quem sabe, explicar esse carinho que eu sempre tive pela Bahia.

Minha sobrinha nasceu, me fez uma tia abestalhada e hoje ela é luz em minha vida. Ela ainda vai fazer cinco meses, mas nós sempre nos falamos ao celular - Não duvide do que uma tia babona e que mora longe é capaz de fazer!!!!

E para 2011?
Só peço saúde e que esta felicidade continue reinando.

sábado, 27 de novembro de 2010

Retratto



Esse é o resumo da minha felicidade.

domingo, 10 de outubro de 2010

Isso aqui se parece muito com a minha pessoa

Onde aprendeu a andar
By Cascadura

Muito tempo longe de casa, ela já não tem mais a ilusão
Sobre qualquer lugar
Vai voltando pela mesma estrada em que um dia seu coração
Palpitou ao passar

Logo depois que a curva se abriu lembrou que tentou fugir
Daquela garota tão cheia de solidão que era há anos atrás
Acordou quando alguém lhe sorriu, a convidando a sair
A mesma garota pisando naquele chão onde aprendeu a andar

Cada coisa evoca uma história, até porque quase nada mudou
E é difícil esquecer
Lojas, ruas, becos e bares, alegrias, decepção
Tudo que a viu crescer

Quase tudo que a viu partir ainda estava ali
O primeiro Amor, a primeira contradição e o medo de chorar
Ninguém acenou ou lhe sorriu, seu ventre havia crescido
Aquela garota pisando naquele chão onde aprendeu a andar

Está parada na porta de casa, em seu peito, uma interrogação
Só entrando pra saber.

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Aprendizado

Depois de três meses de muito trabalho, a sensação de dever cumprido. A primeira etapa foi dura, mas surpreendente. Maior do que o empenho pra fazer um trabalho decente foi o aprendizado pessoal.

O primeiro deles: cada pessoa tem algo de bom. Para descobrir o que é, basta não criar barreiras pra quem se aproxima de você.

Cada pessoa é única e sua individualidade precisa ser respeitada. Mesmo que a sua vontade de estar ao lado de alguem seja enorme.

Seus amigos verdadeiros torcem por você, apesar de vc passar mais de um mês sem fazer nenhuma ligação e todo o contato se resumir ao Gtalk.

Engula todos os sapos do dia. Escute as críticas. Tente melhorar. Em breve, você vai perceber que está mais madura.

Diversão e trabalho podem andar juntos, desde que você saiba o que significa a palavra foco.

Ensine e aprenda.

Dê ouvidos a quem fala mal de você. Pode ser uma grande contribuição para o seu crescimento.

Lembre-se: calma, tudo está em calma.

E quando sentir que as bases estão tremendo, mentalize I´ll take the rain. Essa música sempre te acalmou. Deve ser por isso que você gosta tando dela.

Se você que leu isto aqui mas não entendeu nada, te explico: esta é uma mensagem da minha consciência para mim mesma.


I´ll take the rain

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Quando a 'morenice' pega

Deixei de ser loira quando meu ritmo de trabalho aumento – e muito! É ótimo ter aquelas mechas bem feitas, fininhas e que me deixam tão jovem. Por outro lado, é uma trabalheira grande. Uma tarde inteira no salão de beleza, hidratações em casa, secador quase sempre. E isso tudo precisa fazer parte da rotina, viu?

Bom, como isso não seria possível e eu gosto de me sentir bonita, decidi ficar MORENA. E não me arrependi. É tudo tão mais simples. A única desvantagem é que os meus amiguinhos 'fios brancos' ganham mais evidência do que quando estou loira.

Não sei se o meu espírito está muito bem ou se estou vivendo um momento diferente da minha vida. Quando essa sintonia existe, tudo fica mais fácil, não acham?

Então viva os cabelos morenos!

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

White Flag

I know you think that I shouldn't still love you,
or tell you that.
But if I didn't say it, well I'd still have felt it
where's the sense in that?

I promise I'm not trying to make your life harder
Or return to where we were

And I will go down with this ship
And I won't put my hands up and surrender
There will be no white flag above my door
I'm in love and always will be

I know I left too much mess and
destruction to come back again
And I caused nothing but trouble
I understand if you can't talk to me again
And if you live by the rules of it's over
then I'm sure that makes sense

And I will go down with this ship
And I won't put my hands up and surrender
There will be no white flag above my door
I'm in love and always will be

And when we meet
Which I'm sure we will
All that was then
Will be there still
I'll let it pass
And hold my tongue
And you will think
That I've moved on....

And I will go down with this ship
And I won't put my hands up and surrender
There will be no white flag above my door
I'm in love and always will be

And I will go down with this ship
And I won't put my hands up and surrender
There will be no white flag above my door
I'm in love and always will be

And I will go down with this ship
And I won't put my hands up and surrender
There will be no white flag above my door
I'm in love and always will be

http://www.vagalume.com.br/dido/white-flag.html#ixzz105zIVZ74

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Planos

E vai ser assim....

Sexta - Timbalada
Sábado - Coco Bambu
Domindo É no Evaaaaaaaaaaa
Segunda -Camarote
Terça- Voa-voa

sábado, 4 de setembro de 2010

Para imortalizar

"Mas é claro que uma merda sempre pode ficar pior"

By Camerino Neto

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

MInha favorita

I'll Take The Rain R.E.M.


The rain came down
the rain came down
the rain came down on me
The wind blew strong
and Summer's song
it fades to memory.

I knew you when
I loved you then
in Summer's yawn, now hopeless.
You laid me bare
and marked me there
the promises we made.

I used to think, as birds take wing,
they sing through life, so why can't we?
We cling to this, and claim the best
if this is what you're offering
I'll take the rain, I'll take the rain.

The nighttime creases
Summer schemes
and stretches out to stay
The sun shines down
you came around
you loved the easy days.

But now the sun
the Winter's come
I wanted just to say
That if I hold
I'd hoped you'd fold
and open up inside, inside of me.

I used to think, as birds take wing,
they sing through life, so why can't we?
We cling to this, and claim the best
if this is what you're offering
I'll take the rain, I'll take the rain, I'll take the rain.

This Winter's song
I'll sing along
I've searched its still refrain.
I'll walk alone
if given this
take wing, and celebrate the rain.

I used to think, as birds take wing,
they sing through life, so why can't we?
We cling to this, and claim the best
if this is what you're offering
I'll take the rain, I'll take the rain, I'll take the rain.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Sometimes

A maturidade é uma coisa impressionante: você se sente mais seguro, aprende a dizer as coisas de uma forma correta (sem machucar, sem parecer imperativo ou chato - esse é o principal!), tem consicência das suas qualidades e das suas limitações e passa a refletir sobre algumas necessidades. Nesta última frase, eu quis dizer: passa a ter crises porque existe uma coisa chamada senso comum, que te impõe algumas regras a cumprir, mesmo que você não queira.

São essas regras que me fazem pensar, pensar, pensar... até chamar um palavrão e tudo se resolver interiormente.

Amo muito a minha independência. Quando me vejo superando alguns limites, revendo posturas ou fazendo qualquer coisa que eeu jurava que nunca conseguiria, eu me sinto realizada.

Essa sensação de liberdade, de seguir suas vontades, é algo que não tem Mega Sena que compre. Mas, algumas vezes essa própria independência exige um bocado de mim. Ah, como eu queria não ter que fazer supermercado! E como eu queria, durantes as minhas cólicas mensais, não ter que levantar da cama para fazer o meu próprio café da manhã, o meu próprio almoço e o meu próprio jantar - tenho a sorte de que a diarista nunca vem nos dias em que eu me encontro inchada, cheia de dores e enjoos.

E quantas vezes dirigir é algo trash? E olhe que eu dirijo muito bem! E aquelas noites em que você queria ouvir um boa noite e durma bem, mas o máximo de comunicação que consegue é o telefone celular indicando que a sua caixa de emails está lotada (e de besteiras!)?

Aí vêm todas essas vontades e a pergunta crucial: é isso mesmo? É a hora do verbo dividir? Ou ainda existem o desejos únicos e que só dependem de mimn e da força de Deus em me ajudar?

Passei da fase dos porquês. Desde que decidi viver um dia de cada vez, entendi que futuro, para mim, é algo que não existe. A ansiedade diminuiu. A vida ficou mais fácil.

Deixei de me preocupar com algumas exigências imperativas do senso comum. Ou melhor: aqueles mitos que criaram e que fazem da vida da mulher algo muito reducionista, tais como "se não casou até os 25, esqueça" ou "tem que engravidar até os 30" ou "tem sempre uma que fica encalhada na família" e a lista segue.

Não sou pior e nem me sinto diminuída porque não sou igual a todo mundo. Só quero que as vontades conflitantes se resolvam.

sábado, 28 de agosto de 2010

Imortalizar

"Hoje eu vou beber até constranger as pessoas".

Isso é que é um bêbado com estilo!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Para Gilmara

Bom, foram os anjos que me disseram em 2004 que aquela garota de cabelos mega cacheados, olhos verdes e que eu nunca tinha vista na vida seria uma pessoa tão importante pra mim.

Gilmara Maria é uma pessoa que me ensina com cada atitude dela. Somos muito parecidas e parte do meu crescimento como pessoa e até mesmo algumas mudanças de comportamento tiveram a participação dessa minha amiga.

É a amiga das boas recordações, das saídas divertidas, das viagens malucas e de tantos shows.

É a amiga mais descolada, bonita e cheia de tatuagens. Sair com ela é um perigo, pois os olhares vão todos pra ela mesmo – já fiz esta mesa afirmação em post anterior e repito, agora, em ocasião mais do que especial.

É a amiga tia-babona-coruja e que me ensinou a doce arte de se abestalhar com a sobrinha.

É a amiga que só de chegar perto você já se sente bem.

É a amiga que eu tanto admiro e que quero sempre na minha vida.

Felicidades mil.
Amo tu, cara de tatu.
Feliz Aniversário

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Amo!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O F5 e quando as coisas decidem acontecer tudo de uma vez só

Diálogo de hoje:

-Desde que Natalie nasceu que eu não coloquei nada no meu blog...

-É verdade.

Bom, então vamos ao F5

Passei a conviver diariamente com um sentimento chamado saudade, porque uma coisinha pequenina e linda consegue fazer você repensar sua vida e querer ajudar a cuidar de alguém. É isso que Natalie fez comigo. Quer me fazer feliz? Diga-me que tem fotos novas dela no Orkut da minha irmã! E depois de conferi-las, pode ter certeza que algumas lágrimas vão cair pois o que eu mais gostaria era de estar em todas aquelas fotos.

O trabalho está triplicado, mas é preciso que seja assim. O que eu puder fazer, será feito. Toda ajuda é bem-vinda. Vamos somar.

Continuo descorbrindo que o ser humano é o único projeto de Deus que não deu certo e que eu não tenho o direito de me surpreender com as pessoas. Eu preciso parar de querer entender certas atitudes... E tem que ser rápido.

E nesse tumulto habitual de eleições, uma nova história começa. E ela vale a pena. É tudo diferente quando a pessoa que está ao seu lado sabe o que quer. Resultado: o muro do meu mundo começar a ceder.

Agora, é só esperar outubro passar.

domingo, 25 de julho de 2010

Seja bem-vinda


Luz, sabedoria, saúde e inteligência.
Isso é o que te desejo
Porque amor não vai te faltar um só minuto.

terça-feira, 20 de julho de 2010

Histórias, lembranças, sorrisos













A vida é bem melhor com vocês.

domingo, 18 de julho de 2010

20 de Julho. Dia do Amigo

O projeto de ter a minha própria família, um lar e filhos está cada vez mais distante. Acredito em sinais e os que eu tenho recebido ultimamente apontam para o fato de que este não é um projeto para a minha pessoa.

Por outro lado, não tenho o que reclamar dos bons amigos que a vida me deu. Esse texto é para eles, para mostrar um pouquinho do sentimento que eu tenho.

Se hoje sou uma pessoa melhor, foi porque algumas pessoas não me deixaram desistir. E toda vez que eu paro e avalio a minha vida, vejo o quanto elas estão presentes, seja rindo, brigando, curtindo um carnaval, viagens ou simplesmente se falando ao telefone todos os dias.

Confiar no ser humano não é uma tarefa muito fácil. Mas é preciso tentar. Errei, mas acertei bem mais. E por isso eu tenho um presente que poucas pessoas têm. E não é exagero: são os melhores amigos do mundo.

É tão bom que tenho todos os tipos de amigos para passar sorrindo pela vida:

O irmão mais velho que te dá todos os conselhos para não falar e nem fazer besteira no primeiro encontro com o paquera. Além disso, é tão companheiro que você o coloca como segundo condutor no seguro do carro, paga mais caro, mas ainda fica feliz por poder contar com ele.

A irmã com quem todos os programas – mesmo aqueles mais idiotas – tornam-se os mais divertidos possíveis. Além disso, ela é capaz de te dizer as verdades mais verdadeiras sem ser intrometida.

A amiga que adora mostrar a realidade do mundo e que as coisas não são tão fáceis como parecem. Ou seja: uma conversa com ela sempre é capaz de colocar os seus pés no chão.

Tem também a amiga linda e descolada, cheia de tatuagens, inteligente e doce. É um perigo sair com ela porque todos os olhares vão para ela mesmo e nem tente achar que será diferente.

E ainda tem aquela amiga que você só vê praticamente no aniversário, diz um monte cobras com ela porque ela some e nem liga, mas continua gostando mesmo assim porque os pouco momentos são muito legais.

E como esquecer da amiga com quem você dividiu todos os horários de almoço na época do trabalho e aproveitava para contar todos os babados, sejam eles profissionais ou não?. Mas aí a vida muda, você deixa o emprego e sempre marca para encontrar com ela na hora do mesmo almoço.

E quem não se orgulha de ter uma amiga sem noção? Aquela mesma que você se vê obrigada, váaaaaaaaaarias vezes, a falar mais alto porque a cabeça dela é uma surcussal do mundo da Lua? Sim, é verdade, mas tiradas dela são magníficas e é preciso ter os momentos em que ser sem noção é algo muito vantajoso.

Ainda trago comigo a melhor coisa da época da Faculdade de Jornalismo. Dois amigos com quem você conta sempre e pode desabafar a hora que for preciso. Além disso, eles nunca são econômicos nas risadas.

Não posso esquecer dos amigos do trabalho com quem eu convivo mais tempo do que com a minha própria família e eles me ensinaram a respeitar e entender que cada cabeça é um mundo. Afinal, aceitar o diferente é uma capacidade que o ser humano ainda não acordou para ela.

Feliz Dia do Amigo.

domingo, 11 de julho de 2010

Você sabe que está ficando sem juízo quando...

...Sai de casa e leva as duas cópias da chave e ainda deixa a secretária trancada no apartamento!

...se arruma pra sair à noite e, na troca de bolsas, esquece o documento do carro em cima da mesa da sala! E só percebe quando retorna pra casa!

...vai pedir o almoaço e troca todas as saladas!

...Não sabe mais decorado o número do telefone da casa da sua mãe, apesar de ele existir há mais de 20 anos!

...Quando faz o mesmo caminho errado toda vez que vai cortar o cabelo!

...Quando acorda e enumera mentalmente tudo o que você tem que fazer durante o dia e, algumas horas depois, já esqueceu tudo!

Sim, meu HD está precisando ser reposto!

terça-feira, 6 de julho de 2010

Uma estressada com energia boa

Hoje eu ouvi que... Bom, não ouvi porque a conversa foi no gtalk. Então, corrijo para 'li'.

Que sou uma 'estressada com energia boa'. Para mim, um grande elogio.

Apesar da correria, das pressões e do pouco tempo que sobra pra mim, eu estou conseguindo manter o meu espírito bem Acho que é isso que está fazendo a diferença e, talvez, uma prova de que a maturidade está chegando cada vez mais forte me minha pessoa.

É claro que haverá os dias em que Lívia terá o desejo de comer o fígado de quem está com má vontade para resolver simples broncas ou que estará chorando com um filme por causa da TPM que a deixa muito sensível.

Mesmo assim, ainda há espaço para desejar coisas boas e passar para as pessoas que têm que conviver comigo que, por dentro, está tudo tranquilo, muito embora exista uma tempestade ao redor.

Acredito que se a gente tentasse passar um pouquinho de sentimento mais positivo, mesmo em tempos de tumultos, a vida teria mais harmonia. E acredito também que as pessoas se respeitariam mais.

Bom, mas eu trato de respeito em outra oportunidade. Agora, quero compartilhar um pouco dessa energia boa e pedir que ela dure sempre.

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Receita básica

Surrupiei este texto do blog da minha tia Fátima Nejaim - a encarnação da própria mulher maravilha.

É um síntese do que eu busco todos os dias, mas estou bem longe da maturidade e experiência que a minha tia possui para tornar as coisas tão mais simples.
Com vocês:

Quero muito ser feliz.
Fátima Nejaim


Ao longo dos anos tenho aprendido que não existe receita para sermos perfeitos. Isso me faz menos crítica e mais tolerante com os altos e baixos pelos quais tenho passado. Continuo crescendo e gosto do que tenho me tornado até o presente.
Não me pergunto mais se vou ser feliz amanhã, nem perco muito tempo pensando no que passei ontem. Preocupo-me como é que vou viver hoje e não me canso de agradecer a Deus a vida que Ele me presenteou.

www.fatimanejaim.blogspot.com

domingo, 13 de junho de 2010

Frescurite aguda

A lista da frescura feminina. No caso, a minha frescura.

Perfume só se for Carolina Herrera

Hidratante só se for Mahogany

Escova de dentes tem que ser Oral B

Creme dental tem que ser Colgate

Shampoo tem que ser Elseve (junto com o condicionador)

Desodorante só ser for Nivea

Creme para os pés tem que ser da Natura

Esmalte só presta se for da Risquè

Só quem faz minhas unhas de forma decente é Joelma

Creme para as mãos tem que ser Boticário

Calça jeans tem que ser da Toli

Sapato - não adianta me convencer do contrário - é Arezzo

domingo, 30 de maio de 2010

Maio

Não sei quais foram os motivos, mas, de repente, eis que Vento de Maio começou a 'tocar' nesta cabecinha cheia de pensamentos malucos. Depois, fui pensar na letra com mais cuidado e entendi que eu deveria ter me lembrado dela justamente agora.

Com vocês, mais uma bela composição dos irmãos 'Borges' Telo e Márcio, dois nomes fortes do movimento 'Clube da Esquina', que não tem instalações físicas, mas existe concretamente na amizade entre músicos mineiros.


Vento de maio rainha de raio estrela cadente
Chegou de repente o fim da viagem
Agora já não dá mais pra voltar atrás
Rainha de maio valei o teu pique
Apenas para chover no meu piquenique
Assim meu sapato coberto de barro
Apenas pra não parar nem voltar atrás
Rainha de maio valeu a viagem
Agora já não dá mais...
Nisso eu escuto no rádio do carro a nossa canção
Sol girassol e meus olhos abertos pra outra emoção
E quase que eu me esqueci que o tempo não pára
Nem vai esperar
Vento de maio rainha dos raios de sol
Vá no teu pique estrela cadente até nunca mais
Não te maltrates nem tentes voltar o que não tem mais vez
Nem lembro teu nome nem sei
Estrela qualquer lá no fundo do mar
Vento de maio rainha dos raios de sol
Rainha de maio valeu o teu pique
Apenas para chover no meu piquenique
Assim meu sapato coberto de barro
Apenas pra não parar nem voltar atrás

terça-feira, 25 de maio de 2010

Esse Paulinho da Viola...

"As coisas estão mundo
Só que eu preciso aprender".

Isso é para eu me lembrar que a gente não nasce sabendo de tudo.

domingo, 9 de maio de 2010

Te amo, mãe





Uma pequena homenagem a quem me deu a vida, fez tudo por mim e não cansa de me amar.

Para ela, vale a pena dizer 'Te amo mais que tudo'.

sábado, 8 de maio de 2010

Ah, Sabino

"De tudo, ficaram três coisas: a certeza de que ele estava sempre começando, a certeza de que era preciso continuar e a certeza de que seria interrompido antes de terminar. Fazer da interrupção um caminho novo. Fazer da queda um passo de dança, do medo uma escada, do sono uma ponte, da procura um encontro".

Último parágrafo da primeira parte de O Encontro Marcado

Impaciência

Estou lendo Fernando Sabino, um dos meus escritores favoritos.

O livro da vez é O encontro marcado - que já nas suas 161 páginas lidas não deixa de me surpreender.

Depois, eu coloco aqui a resenha dele.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Ausência

Estou tão focada no meu trabalho que
esqueci de refletir sobre a minha vida.

Nese longo período sem postar nada, eis que
comemorei dois anos de Ap 602, o que me leva
a contabilizar que só faltam mais 18 anos
para encerrar a minha dívida!!

Descobri que Natalie já está com 30 centímetros!

Meu resguarde de sol e praia terminou e
eu já voltei a sentir aquele cheiro pesado
de protetor solar depois de um dia inteiro de banho de mar.

Também neste intervalo já mudei o cabelo
uma vez e já estou pensando em mais novidade.

Apesar de tanto trabalho, acho que não parei por completo.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Sim, ela é falha. Eu admito. Mas não é capaz de me fazer preconceituosa



Considero a pedofilia o pior crime que pode existir. Considero erro maior ainda a Igreja Católica – representada pelo Vaticano – não punir os envolvidos.  E mais complicado: querer acreditar que o problema não existe. Fuga não é a solução para uma crise de imagem.
O que as pessoas querem ver (e eu estou nesta lista) é ação. É o fim de uma estratégia equivocada de abafar casos comprovados, suspeitas e ainda qualquer tipo de indícios. Os fiéis mais devotos ou aqueles mais afastados são unânimes em apostar que a melhor saída é resolver. Punir mesmo e mostrar que os tempos são outros.
Sou daquele time que não esconde o fato de ser Católica, mas que não concorda com algumas posturas. Uso de camisinha, sexo antes do casamento e aborto para mim são assuntos já superados e que os responsáveis por elaborar as ‘orientações de vida’ deveriam repensar. E urgente.
Mas tem um detalhe que me faz acreditar que esta doutrina ainda é capaz de enxergar todos iguais: ela não me torna uma pessoa preconceituosa.
Esta doutrina me ensinou a aceitar as pessoas como elas são.
Ensinou-me também que o fato de não andar com a Bíblia debaixo do braço não é condição para a salvação. Serei julgada pelos meus atos.
Não me proíbe de me relacionar com pessoas de outros credos.
Espíritas, para nós, são aqueles que conseguem entender as pessoas enxergando a alma. E não aquelas pessoas que negam a ressurreição de Cristo, como algumas doutrinas propagam diariamente.
O mundo é o lugar onde vivo e não um pedaço de terra cercado por água e onde coisas boas são encaradas como obra do maligno.
Ensinou também que Jesus Cristo lê pensamento e está comigo a todo tempo. Por isso, não é necessário caprichar no volume do som na hora da celebração.
Ensinou-me que o que falta ao mundo é tolerância e que segregar pelo item ‘religião’ é retomar o Apartheid. E isso já acabou, graças a Mandela.

Isso não é uma defesa da Igreja Católica. É apenas o relato de uma algumas impressões sobre a vida e as pessoas!

terça-feira, 13 de abril de 2010

Parabéns, Renata

Sabe quando você deseja tudo de bom para uma pessoa e que o fato de ela existir na sua vida é algo animador?


Pois bem. Assim é Dona Renatinha, Rena ou Renata Ferreira, a editora de economia.

Orgulho-me de ser amiga de Rena desde o primeiro dia de aula na faculdade de Jornalismo. Nesse tempo, já se vão 12 anos de muitas histórias para contar, risos, lágrimas, trabalhos pela madrugada, confidências, encontros e discussões profissionais.

Não estamos juntas todos os dias ou nos falamos a todo momento. Mas quando nos encontramos, temos na certeza de uma amizade verdadeira e o que mais importante nessa vida é saber que existem amigos com quem você pode contar sempre.

Renata é toda a doçura concretizada em ser humano. É dona de uma inteligência incrível e de tiradas engraçadérrimas. É a melhor companhia para uma rodada de vinhos recheadas por discussões filosóficas. E, como não podia deixar de dizer, dona de um relógio que nunca está na hora certa!!!


Te amo e feliz aniversário!
 

segunda-feira, 22 de março de 2010

Para quem fez escolhas erradas

"Por isso deixo em aberto
Meu saldo de sentimentos
Sabendo que só o tempo
Ensina a gente a viver".

Mais uma de Paulinho da Viola. Ele é fantástico!

quinta-feira, 18 de março de 2010

Parabéns, Mau

Mau é o pai mais babão e que eu tive o prazer de acompanhar desde o nascimento de Rafael.

Bem antes da chegada do Neguinho, Mau já estava consolidado na lista dos melhores amigos.

Isso começou lá na faculdade com um trio imbatível e hoje batizado de RE LI MAU.

De tanto que estudamos juntos, fizemos o trabalho de conclusão de curso em trio e nos orgulhamos de dividir o dipoloma de jornalismo.

A amizade dura até hoje e vai permencer assim. Mau sabe que existem amigos que o amam muito e que com quem ele pode contar sempre.

Felicidades!




Mau e Rafa, uma dupla que mora no meu coração.

terça-feira, 9 de março de 2010

Presente

Tenho muito o que agradecer a Deus e tento fazer isso todos os dias. O carinho que tenho recebido desde cedo, pela chegada dos 29 anos, é a prova do quanto eu sou feliz.

Vejam que presentes maravilhosos:

Um telefone de Carol à meia noite - a primeira ligação de parabéns.

Um email de tio Dedé com a seguinte mensagem:

Salve 09 de março, dia do aniversário de minha doce e linda sobrinha e afilhada.
Parabens. Pereira. Deus de cubra de santas bênçãos.

Um mensagem off line de Mau, no Gtalk:

Mauricio: Lembre sempre que você tem bons amigos que te amam e que te apoiam no que você precisar.

Todos os scraps fofos da família

A mensagem de Sheyyla que me fez chorar e que eu transcrevo aqui:
Amigaaaaaaaaaaaa Lívia,
não sabes o quanto estou feliz por hoje e por sempre privar de sua companhia, sempre iluminada.
Te amo muito amiga... e te admiro igualmente.
Vc é sem dúvida uma vencedora, uma guerreira incansável e Deus sempre reconhece o esforço de seus filhos, principalmente de uma filha dedicada como ti.
Nossa fé é importante, assim como a coerência e fidelidade aos nossos valores.
Te amo amiga, por vc ser exatamente como é, simplesmente VOCÊ, sem meias palavras, sem falsas atitudes, sem dúvidas sobre o que pensas, sentes ou desejas.
Te amo, simplesmente pq contigo aprendi inúmeras coisas, mas sobretudo pq aprendi o que é uma amizade verdadeira.
Desejo-te toda felicidade do mundo, hoje e sempre. Amém!!!
xerãozãoooooooo
P.S.: Estou em Guarabira, assim que chegar em Jampa, te ligo, aqui é difícil celular, ok?
xero

A torta de chocolate maravilhosa preparada pelos amigos do trabalho.

Por isso eu digo: Obrigada, Papai do Céu

quinta-feira, 4 de março de 2010

Para pedir as boas energias

Quando a Timbalada cantou Ashansu na subida para Ondina.... foi uma experiência mágica.

E, como diria Carlinhos Brown:
"Se há alguma atrapalhando a nossa vida, a nossa família e o nosso momento, que se vá para bem longe. Aê Nirê Nirê Ô"


Obaluaê


Babalorixa-ê

Babalorixá, atotô

Babalorixa-ê



Ê Nirê, Nirê

Ê Nirê, Nirê

Babaolorum xexê salerojá

Babaolorum xexê salerojá

Aê nirê, Nirê ô

Aê nirê, Nirê ô

Aê nirê, Nirê ô

Aê nirê, Nirê ô



Meu padrinho é obaluê

orixá ê

Meu padrinho é obaluê

orixá ê

Meu padrinho é obaluê

orixá ê

Meu padrinho é obaluê

orixá ê



Ê Nirê, Nirê

Ê Nirê, Nirê

Babaolorum xexê salerojá

Babaolorum xexê salerojá

Aê nirê, Nirê ô

Aê nirê, Nirê ô

Aê nirê, Nirê ô

Aê nirê, Nirê ô


Obaluaê, Obaluaê, Obaluaê, Obaluaê, Obaluaê ...

Atotô Babá

Atotô

Azassum

Atotô omolú

Babalodê alorê minazú didê

Olorum modupê

Olorum didê

Kalofé

Kalofé



Babaolorum xexê salerojá

Babaolorum xexê salerojá

Aê nirê, Nirê ô

Aê nirê, Nirê ô

Aê nirê, Nirê ô

Aê nirê, Nirê ô

quarta-feira, 3 de março de 2010

Quando coisas sem sentido acontecem

Você pensa nesta música de Cartola:


Cartola - Disfarça E Chora



Chora, disfarça e chora

Aproveita a voz do lamento

Que já vem a aurora

A pessoa que tanto queria

Antes mesmo de raiar o dia

Deixou o ensaio por outra

Oh! triste senhora

Disfarça e chora

Todo o pranto tem hora

E eu vejo seu pranto cair

No momento mais certo

Olhar, gostar só de longe

Não faz ninguém chegar perto

E o seu pranto oh! Triste senhora

Vai molhar o deserto

Disfarça e chora

E a Bahia?

Tou com um banzo terrível. Morrendo de saudade de Salvador e de toda a animação daquele grupo maravilhoso que esteve junto.

Voltei mais abençoada do que nunca, com toda a proteção que aquela terra cheia de energia boa é capaz de te oferecer.

Foi emocionante voltar ao Campo Grande, subir a Carlos Gomes e ver a praça Castro Alves lotada. Parece que foi um resgate de mim mesma.

Foi emocionante ouvir Ashansu cantada pela Timbalada na subida para Ondina. Nesse momento eu percebi o quanto as boas energias estão sempre me protegendo. Não precio dizer que fiquei toda arrepiada né?

E quer coisa melhor do que rever a prima querida e seu pimpolho maravilhoso após cinco anos? Foram momentos incríveis.

Ah, Salvador obrigada por tudo. Espero voltar logo. Logo mesmo

São as águas de março...

E março chegou.
Com ele vem mais mudanças que funcionarão como uma espécie de divisor de águas.

Daqui a pouco vou chegar aos 29 - o último ano da juventude, antes dos 30. Aí pesa um pouco a realidade: nada de amores, casamento ou filhos.

Apesar disso, chego mais consciente do importa hoje para mim: família e amigos. Se eu perder essas duas coisas, posso me considerar uma pessoa sem sentido.

A família continua distante territorialmente, mas muito próxima em sentimento. Os amigos estão seguindo os seus caminhos, mas sempre contando uns com os outros. Sabemos o quanto somos importantes e o peso que temos na vida e nas decisões de cada um. Somos francos demais e isso é o que nos une.

Daqui a alguns meses, vou ganhar o presente mais esperado de 2010: meu sobrinho, que ainda não sei se será Guilherme ou Natalie, pois o bendito já tem a personalidade forte de só fazer o que quer (olha o DNA da tia) e na mais recente ultrassonografia não deixou que ninguém soubesse o sexo.

De uma coisa eu tenho certeza: quero estar perto de quem me quer bem, de quem me ajuda e me ama exergando primeiro as minhas qualidades e entendendo os meus defeitos.

Este ano decidi ampliar um pouco a lista de convidados para as comemorações porque muitas pessoas foram essenciais desde maio de 2009. A elas, eu só posso agradecer.

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

PARACHUTES de Pearl Jam no VAGALUME (Letra e Vídeo)

PARACHUTES de Pearl Jam no VAGALUME (Letra e Vídeo)

Sempre que penso na vida, escuto essa música.

E Salvador me fez repensar uma série de coisas!

Quando é preciso decidir

Demoro a tomar decisões. Penso demais nas coisas e acho que isso atrapalha mais do que ajuda. Algumas pessoas podem entender essa característica como prudência ou sensatez. Algumas, até maturudade mesmo, quando deixamos os impulsos de lado e passamos a agir com base na razão.

Mas é preciso decidir. Hora de pesar prós, contras e implicações. Nada de mandar recados ou soltar indiretas. Para se decidir, tem que ir direto ao ponto. Manter o foco é necesário até nesses momentos.

Vou dedicar mais algumas horas do meu tempo em refletir e bater o materlo. Só não pode demorar muito. Acho, inclusive, que o momento está mais do que o ideal.

Venci alguns medos. E por que não venceria esse?

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

OFF

Pessoas, tou indo buscar as bençãos da Bahia.
Depois eu conto tudo.

domingo, 31 de janeiro de 2010

Tempo, mano velho

E eis que janeiro já chegou ao fim.
Passou voando e eu nem vi direito.
Daqui a pouco, estou chegando aos 29.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Para lembrar da velharia

A flor e o espinho


Tire o seu sorriso do caminho

Que eu quero passar com a minha dor

Hoje pra você eu sou espinho

Espinho não machuca a flor

Eu so errei quando juntei minh'alma a sua

O sol não pode viver perto da lua



E no espelho que eu vejo a minha magoa

E minha dor e os meus olhos rasos d'agua

Eu na sua vida já fui uma flor

Hoje sou espinho em seu amor



Eu so errei quando juntei minh'alma a sua

O sol não pode viver perto da lua



Tire o seu sorriso do caminho

Que eu quero passar com a minha dor

Que eu quero passar com a minha dor

Ao fim de um dia

Às vezes, nem toda a minha força é capaz de vencer um vazio que insite em perdurar.

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Te Dana

Não há nada melhor do que ter uma ‘frase’ de efeito, apropriada para aquelas horas em que você precisa reagir.

Descobri a famosa ‘Te dana’, cujo campo semântico é prá lá de amplo. No dicionário, as explicações são as mais variadas:

Te Dana – Do verbo ‘Te danar’, excelente para situações em que é necessário cortar o mal pela raiz, encerrar conversas, resolver problemas que arrastam há algum tempo, deixar coisas inúteis de lado, ignorar situações adversas e para por pontos finais.

E por que não ‘se dana’? Por que vivo na Paraíba (coisa que orgulha imensamente) e aqui é a terra do ‘tu’. Por isso, é ‘te dana’ mesmo.

Portanto, se você quer utilizar a minha ‘Te dana’, fique à vontade e viva feliz também.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Papai do Céu, já te agradeci pelos pais que tenho?

Família é a sociedade mais complexa que pode existir na face da Terra. Mas também não deixa de ser a mais verdadeira, companheira e amorosa.

Sou extremamente feliz pelos pais que Deus me deu e pela compreensão deles. Abdicaram da minha presença física muito cedo, para que eu pudesse criar as minhas asas. Mas nunca deixaram de estar comigo em pensamento e em todos os momentos da minbha vida.

Em meio a tanta diferença de pensamentos, opiniões e posturas, há sempre espaço para um amor acima de qualquer suspeita.

quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Direto do túnel do tempo

Pesquisei no google e achei meu antigo blog. Foi ótimo relembrar alguns acontecimentos e sentimentos vividos, tais como:


É impossível esquecer delas


I´ll fly with you - Impossível não lembrar das noites em companhia de Carol, Paulo e Gil, depois de várias horas dançando e voltando para casa depois de muitas gargalhadas. Até hoje ainda sinto um arrepio só de ouvir e de lembrar de tudo de bom.

Satisfaction- Paulo Roberto dançando enloquecido

Callifornia Dreamin´- Carolzinha pulando na Fashion

Girassol - Dos seus olhos - P.S. Era o meu paquera na época

Hino do Auto Esporte - "Auto, Autinho, Autão. Auto Esporte do meu coração". Das noites no Tribunal de Justiça Desportiva, cobrindo pautas de esporte para Expedito Madruga

E os comentários:
Maurício Melo said...

Black - Ei! Faltou lembrar de Black sendo tocada ao vivo no Rio de Janeiro e você chorando junto com seu grande amigo Maurício!

Beijo



4:04 PM

quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

O que espero para 2010

Sei que este ano não vai ser nada fácil. Mas duas coisas são essenciais: serenidade e pulso. Espero conseguir manter esses dois elementos sempre comigo e nunca deixar de agradecer a Deus por tudo.