sábado, 28 de agosto de 2010

Imortalizar

"Hoje eu vou beber até constranger as pessoas".

Isso é que é um bêbado com estilo!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Para Gilmara

Bom, foram os anjos que me disseram em 2004 que aquela garota de cabelos mega cacheados, olhos verdes e que eu nunca tinha vista na vida seria uma pessoa tão importante pra mim.

Gilmara Maria é uma pessoa que me ensina com cada atitude dela. Somos muito parecidas e parte do meu crescimento como pessoa e até mesmo algumas mudanças de comportamento tiveram a participação dessa minha amiga.

É a amiga das boas recordações, das saídas divertidas, das viagens malucas e de tantos shows.

É a amiga mais descolada, bonita e cheia de tatuagens. Sair com ela é um perigo, pois os olhares vão todos pra ela mesmo – já fiz esta mesa afirmação em post anterior e repito, agora, em ocasião mais do que especial.

É a amiga tia-babona-coruja e que me ensinou a doce arte de se abestalhar com a sobrinha.

É a amiga que só de chegar perto você já se sente bem.

É a amiga que eu tanto admiro e que quero sempre na minha vida.

Felicidades mil.
Amo tu, cara de tatu.
Feliz Aniversário

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Amo!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O F5 e quando as coisas decidem acontecer tudo de uma vez só

Diálogo de hoje:

-Desde que Natalie nasceu que eu não coloquei nada no meu blog...

-É verdade.

Bom, então vamos ao F5

Passei a conviver diariamente com um sentimento chamado saudade, porque uma coisinha pequenina e linda consegue fazer você repensar sua vida e querer ajudar a cuidar de alguém. É isso que Natalie fez comigo. Quer me fazer feliz? Diga-me que tem fotos novas dela no Orkut da minha irmã! E depois de conferi-las, pode ter certeza que algumas lágrimas vão cair pois o que eu mais gostaria era de estar em todas aquelas fotos.

O trabalho está triplicado, mas é preciso que seja assim. O que eu puder fazer, será feito. Toda ajuda é bem-vinda. Vamos somar.

Continuo descorbrindo que o ser humano é o único projeto de Deus que não deu certo e que eu não tenho o direito de me surpreender com as pessoas. Eu preciso parar de querer entender certas atitudes... E tem que ser rápido.

E nesse tumulto habitual de eleições, uma nova história começa. E ela vale a pena. É tudo diferente quando a pessoa que está ao seu lado sabe o que quer. Resultado: o muro do meu mundo começar a ceder.

Agora, é só esperar outubro passar.